Homeschooling

Uma família homeschooler no Japão

Olá, amigos.
Aqui, quem vos escreve, é uma jovem mãe homeschooler que mora no Japão.
Meu nome é Cássia Akiko Kawamura Vilares, sou casada, tenho 25 anos e dois lindos bebês que estão sendo educados em casa.
Devo dizer que não sou nenhuma especialista em homeschooling, mas tenho o grande desejo de ajudar outras famílias que também acreditam na eficiência da educação domiciliar. Gostaria, portanto, de contar um pouco a respeito de minha família e sobre os motivos de ter escolhido não enviar os nossos filhos à escola; e espero, sinceramente, através de nossas experiências, contribuir com essa primeira geração de homeschoolers que começa a se formar aqui no Japão.
Estando ciente de que no Brasil também há uma primeira geração de homeschoolers, que está se estruturando, criando grupos de apoio, divulgando bons materiais, disponibilizando ajuda através de blogs, sites e grupos no facebook, com a finalidade de ajudar pais e filhos, nasceu também em minha família, a vontade de realizar o mesmo (e esperamos conseguir) aqui no Japão. Até pouco tempo atrás, eu e meu esposo, pretendíamos recolher informações e aplicar em nosso lar, somente. Mas, descobrimos coisas tão maravilhosas que, guardar tantas informações valiosas somente para nós, seria egoísmo! E, quanto mais se divide, mais se tem, não é mesmo?
Então, primeiramente, vou contar um pouco sobre nós.

Quem somos?
– Somos a família Kawamura Vilares, muito prazer!
Casei-me em 2014 com meu amado esposo, Fernando Vilares. Nossa primeira filha, Kimberly, nasceu em Junho de 2015, o segundo filho, Giovanni, em Novembro de 2016 e os próximos existem apenas no coração, por enquanto.

15844117_10206500706276361_2213209952986179604_o

Como conhecemos o Homeschooling?
Vez ou outra, surgia alguém falando sobre educação domiciliar na internet, e nós fomos sendo atraídos cada dia mais pela ideia apresentada. Através do site Como Educar Seus Filhos, do admirável Professor Carlos Nadalim; escutando as aulas do Professor Olavo de Carvalho; dentre outros meios e outras pessoas, cujo pensamento nos é de grande valia, fomos conhecendo mais e mais referências, dentre elas, a Camila Abadie e seu curso: Homeschooling 1.0, que é o primeiro curso de homeschooling do Brasil.

Mesmo antes de meu marido e eu nos casarmos, já havia em nós a preocupação com a educação dos possíveis futuros filhos. Não sabíamos ao certo como lidaríamos com as escolas, se os matricularíamos em uma escola japonesa ou brasileira, pois aos pensar nas vantagens e desvantagens de ambas, o resultado nunca era satisfatoriamente bom.
Buscamos nos aprimorar na educação dos filhos e harmonia familiar desde o namoro, mas foi no meio deste ano de 2017 que tivemos a certeza de que educaríamos nossos filhos em casa.
Procurando por informações aqui e ali, conseguimos um contato para lá de especial. Eu queria muito fazer o curso “Homeschooling 1.0” da família Abadie, que é a maior referência em educação domiciliar no Brasil. Vi uma postagem da própria Camila Abadie dentro de um grupo no facebook, avisando que estavam oferecendo descontos em dois cursos (Homeschooling 1.0 e De volta ao Lar), fiquei animada, pois já estava muito interessada em aprender mais sobre o assunto. Pedi ao marido e ele me deu!
Meu esposo entrou em contato com a Camila para falar sobre o curso e conversa vai, conversa vem, ela aceitou nos ajudar! Uau, que alegria. E melhor ainda. Aceitou vir ao Japão para palestrar para as famílias homeschoolers e interessados no assunto! Incrível ❤
Nós estamos tão contentes, pois ela se mostrou tão humilde e disposta em nos ajudar, que tivemos que espalhar isso!

Por que optamos pelo homeschooling?
– Talvez, você já tenha lido em outras fontes que, cada família tem seus motivos para não enviar os filhos à uma escola, dentre eles, podemos citar: insatisfação com a instituição, preservação dos valores morais e religiosos, cotidiano que não se adequa ao calendário escolar, perigos diversos que há nas escolas. E, tratando da nossa realidade, da comunidade brasileira no Japão, a questão da dificuldade em adaptar-se a cultura e ao idioma, somada ao “ijime”, são problemas que nos afetam muito. Vale lembrar também da constante dúvida que há entre alfabetizar as crianças em português ou japonês.
Pensamos em vários aspectos (que tratarei mais especificamente em outro post), mas posso resumir os nossos principais motivos em dois: preservação dos valores morais católicos e união familiar. Não queremos que nenhuma instituição doutrine nossos filhos, fazendo-os acreditar que a família tradicional é um atraso; e amamos estar juntos. Sim, o dia todo, a semana toda.

Os filhos de dekasegi (出稼ぎ) são obrigados à frequentar uma escola no Japão?
– Não. “O Japão não considera obrigatório o ensino para estrangeiros.” Leia mais sobre isso aqui.
Todavia, é preciso enfatizar que os pais têm o dever e direito de educar os seus filhos! Ainda que a frequência escolar não seja obrigatória, educá-los é nossa responsabilidade.

Mas, você já aplica o homeschooling com seus bebês?
– Sim!
Como assim? Está assustado? Calma, calma. Não me imagine de pé em frente ao quadro negro, enquanto os dois pequenos sentam suas fraldas nas carteiras para me ouvir!
O que aprendi até aqui é que a educação domiciliar acontece de forma bem diferente ou, por vezes, totalmente diferente da escola. Esse assunto também renderá um post mais detalhado.
Nessa fase dos nossos filhos, o que podemos fazer é criar uma boa rotina, fazendo leituras diárias e brincando a beça, pois ainda são bebês.
Foi brincando que a Kimberly já aprendeu a contar até 10 em português, até 20 em inglês, já conhece inúmeros animais, cores e formas. Consegue cantar várias músicas, ainda que imperfeitamente, mas já demonstra sua capacidade gigantesca de memorizar os ritmos e sons. Ela e o Giovanni são apaixonados por livros! Lemos livros o dia todo. O dia todo mesmo, não é exagero.

21150432_10208146365456812_744584153376570706_n18950922_10207537252989381_6434585071339387332_n21766679_10208302873609418_8290231685164851883_n

E quais os planos para o futuro?
– Seguir educando em casa até que eles aprendam a voar sozinhos. Mas, não a voar como as galinhas, e sim, voar como as águias!
E vocês, que nos acompanham, estão dentro desses planos futuros, pois desejo que os meus filhos possam conhecer e conviver com outras famílias homeschoolers durante nossa jornada de educação domiciliar.

Desde que criamos a nossa página e grupo Ensino Domiciliar no Japão no facebook, já conhecemos algumas pessoas que dividem as mesmas preocupações e interesses que os nossos. E, é uma alegria saber que há muitos pais realmente preocupados com a educação de seus filhos.

E, agora, que você já nos conhece um pouco melhor, vou mostrando aos poucos a nossa rotina, pois sei que ver outras famílias e seus meios de educar, pode nos auxiliar bastante. É assim comigo também. Procuro sempre me inspirar em pessoas melhores e mais capazes do que eu. Não que eu seja grande exemplo (risos), mas já temos algo a oferecer.

Ah! Homeschooling não é igual receita de bolo, pois cada família tem suas peculiaridades e nem tudo funciona da mesma forma para todos. Todavia, a energia gasta na educação domiciliar fará com que toda a família fique mais unida, e isso, para mim, já é um grande começo.

Deixo algumas referências que podem te ajudar:
– Curso da família Abadie Homeschooling 1.0
– Blog Encontrando Alegria
– Blog Como Educar Seus Filhos
– Blog Educando Para O Céu
Família de Trigo

Acompanhe nossa página no facebook; Ensino Domiciliar no Japão.
Sinta-se a vontade para nos enviar suas dúvidas e sugestões. Caso, você já pratique o homeschooling aqui no Japão, entre em contato conosco, para que possamos trocar experiências e ajudar mais e mais famílias!

Fiquem com Deus e um forte abraço!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s